21/07/2015

Emprego na crise: veja cargos e áreas em alta e baixa

O portal de notícias da Globo, G1, em parceria com a RED Consulting, publicou um levantamento sobre os principais cargos com alta e baixa demandas de contratações em nosso atual cenário econômico.

“Em meio ao cenário econômico recessivo, com diminuição do ritmo da produção e do consumo e aumento do desemprego no país, quem está em busca de trabalho ou pensa em mudar de emprego deve ficar atento. Algumas ocupações acabaram sendo mais afetadas que as outras em virtude da desaceleração econômica, como as relacionadas à área de turismo, marketing e imobiliária.

Já as atividades que envolvem cortes de custos para as empresas ou análises de investimentos, aquisições e orçamentos, além de desenvolvimento de aplicativos e desenvolvimento de segurança da informação, por exemplo, estão em alta.

[…]

ALTA
Contábil/fiscal: identifica oportunidades e implementa projetos de planejamento tributário corporativo/fechamento e conferência dos livros fiscais, apuração dos impostos diretos e indiretos.
Motivo: empresas têm procurado otimizar os resultados financeiros e uma das formas se dá na reestruturação tributária de suas operações.

Trade Marketing: atividades de visibilidade e arquitetura de marca, pesquisa de mercado, construção de marca, gestão de agências de ativação, comunicação, mídias sociais, embalagens e pontos de venda.
Motivo: área atua próxima dos clientes, mantendo forte interação com marketing e vendas e em ações através de canais de distribuição em diferentes categorias de produtos.

Comercial: prospecção de novos negócios, fidelização comercial, gestão de contratos e de rentabilidade da carteira.
Motivo: as empresas necessitam aumentar sua força de vendas para ganhar competitividade e aumentar ou manter receita e participação no mercado.

TI – Sistemas e Segurança de Informação: responsável por fazer cumprir as normas e políticas de segurança, soluções e projetos de SI, contingência e continuidade de negócio, prevenção a fraudes, proteção de privacidade/segredos industriais, governança de TI.
Motivo: o mercado está em constante evolução tecnológica e profissionais são bastante requisitados, principalmente devido a investimentos em segurança da informação.

BAIXA
P&D (Pesquisa e Desenvolvimento): desenvolvimento de produtos desde o seu conceito, aspectos técnicos, regulatórios e formulação / gestão de laboratórios / gerenciamento dos projetos de lançamentos de produtos, reposicionamentos, implantação de melhorias nos processos e produtos, análise de custos e posicionamento frente à concorrência.
Motivo: salvo exceções, a área de desenvolvimento de novos produtos não tem sido prioridade nas empresas, já que o momento é de controle dos custos e não de investimentos.

Operações e Manufatura: gestão geral das operações em centros de distribuição, planejamento e controle da produção.
Motivo: com a diminuição do consumo no país, empresas têm adotado redução dos turnos e do volume de produção, consequentemente, áreas de manufatura e operações sofrem redução de quadro.

Engenharia Civil: responsável pela condução de obras e projetos civis, gerenciamento contratual, controle do avanço físico-financeiro das obras.
Motivo: demanda em queda constante e maior dificuldade na liberação de crédito para o setor.”

Para visualizar a matéria integral, acesse a URL: http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2015/07/emprego-na-crise-veja-cargos-e-areas-em-alta-e-baixa.html

Author: Marta Cavallini e Pâmela Kometani Source G1